Nodeirinho, Memorial à Fonte da Vida - Joao Viola junho 2018


Na sequência do Incêndio de Pedrógão Grande a 17 e 18 de Junho de 2017 e nas suas consequências a nível psicológico, social,  financeiro, no numero de vítimas humanas 66, nunca visto anteriormente, para além de milhões de animais e plantas, todo um habitat desapareceu em poucas horas. 
Surge logo em julho a ideia de construir um memorial junto á fonte onde se salvaram inúmeras pessoas de Nodeirinho e de outras aldeias, principalmente da Figueira, ideia falada ao sr. Presidente da República na visita que nos fez em príncipio desse mês.
A ideia foi-se desenvolvendo e surge esta criação em cimento e pedra de xisto, os terrenos foram doados por Mário Laia por mim e por Almerindo Piedade. na parte detrás fica a inscrição com os nomes das 11 vítimas de e em Nodeirinho
não é um memorial á morte mas sim á vida. a ideia foi sempre essa, para que a data não seja esquecida, que as vítimas não tenham morrido em vão mas que haja um despertar das consciências no que respeita á segurança das pessoas e bens e um olhar mais profundo para a mãe terra e a forma como a tratamos e que nunca mais se repita um desastre destes.
Afinal uns meses mais tarde a 15 de Outubro repete-se outro desastre semelhante e também de grandes dimensões.
numero total de vítmas 112, numero igual ao que devia ajudar a ter salvo os que para ele ligaram em desespero e que não funcionou.

And he that sat upon the throne said, Behold, I make all things new. And he said unto me, Write: for these words are true and faithful.
Rev. 21:5

texto e projecto:joao viola
fotos:  joao viola, Adelaide Silva e Lucília Sanches



17 de Junho de 2017

placa de Nodeirinho - Natal de 2017
pintura de Joao viola

area queimada atrás da nossa casa

area queimada após o incêndio

Nodeirinho

Nodeirinho, lameiras

visita do Presidente da Republica inicio de Julho 2017

ave sobrevivente do incêndio e alimentada por nós

ínicio da construção Maio de 2018
na base do memorial foi cheia com pedras e detritos de casas ardidas e ainda pedaços de metal recolhidos dos carros e vidros moldados pelo fogo


colocação da primeira pedra que simboliza o anjo protector





a ajuda do Pedro


um momento especial, respirar de alívio pela colocação das pedras.


colocadas as duas pedras
a mais pequena simboliza os protegidos que sobreviveram na fonte
A pedra maior foi oferecida pela empresa de materiais de construção  A.C.H de Figueiró dos Vinhos
aqui com o Ricardo.


2 de junho 2018 equipa de voluntários arranjando o espaço circundante

vindos de leiria e do Porto

limpeza e arranjo do espaço2 de junho

a obra a 3 de Junho
a asa foi executada e oferecida pelo serralheiro e escultor Antonio Manuel dos Troviscais


A asa do anjo protector.

Voluntários da Associação Raiz Permanente e outros ajudaram no jardim.

" Eis que faço novas todas as coisas"
a pouco e pouco o verde da vida renasce das cinzas.

!7 de Junho de 2018, 1 ano após a tragédia.

Visita do Sr. Presidente da Republica Prof. Marcelo Rebelo de Sousa


Um agradecimento aos técnicos do Municipio; eng Joao Pedro e a arqitecta Sofia pelas sugestões.

parte detrás do memorial contem nomes ou iniciais das 11 vítimas


Uma multidão acorreu junto à fonte de Nodeirinho

Daniel Domingues interpretou Pavane de Fauré


O gongo soou mais uma vez para dar ínicio à segunda parte


Leitura do livro
O homem que plantava árvores
em simultâneo em Portugal e Itália.



Por volta das 8 da noite de 17 de Junho.
A Dra Ana Araújo e o marido estiveram connosco junto ao tanque até tarde na noite. Obrigado


Rev. 21:5
E Aquele que está assentado no trono afirmou: “Eis que faço novas todas as coisas!” E acrescentou: “Escreve isto, pois estas palavras são verdadeiras e absolutamente dignas de confiança”. 
João Ferreira de Almeida Atualizada
E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E acrescentou: Escreve; porque estas palavras são fiéis e verdadeiras.   
King James Bible
And he that sat upon the throne said, Behold, I make all things new. And he said unto me, Write: for these words are true and faithful.


Um momento para a história que não devia ter existido.


O Sr. Presidente da República
Prof. Marcelo Rebelo de Sousa
A ele devemos muito, veio até nós quando estávamos no esquecimento e chamou a atenção para a dimensão da tragédia.
Sentimos o seu apoio durante o longo ano de luta. Obrigado do coração.


E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.

Rev: 21:4







Postagens mais visitadas deste blog

Castanheira de Pera - Do Poço dos Amaros ao Poço do Corga, fotos Joao Viola